O Perdão não perdoa

O perdão tem sido um tiro no pé, ou o tiro da culatra do cristão. O perdão é uma arma que atira contra o atirador. Portanto, tem sido usado erroneamente no ocidente. Perdoar no meu ver, não é o ato de dar indulto, mas sim o exercício de purificar a alma.

Por exemplo, Jesus nunca alimentou rancor contra aquele Europeu, um assassino que sente prazer na crueldade contra a vida. Porém, ele nunca o perdoou. Foi assim que eu vi.

Certa vez, Jesus foi chamado por Miguel e lhe disse, perdoa-o. Jesus respondeu – somente Deus tem o poder de perdoar. Miguel disse, – neste caso você tem o poder de perdoar, perdoe-o. Jesus disse a Miguel, – porque ele não se arrepende de seus atos, purga-os perante Deus e então pede o perdão? Miguel disse, – ele não vai fazer isto.

Então, o Europeu que assistia tudo sacou a espada, e disse, não preciso do perdão dele, posso vencê-lo. Miguel tomou à frente e disse, não podes demandar contra ele. Ele finge. Ele é poderoso demais para ti, além do mais, existem muitas forças poderosas que aguarda suas ordens para destruir tudo. No mesmo instante da ação intempestiva do Europeu, Miguel o retirou do recinto. Quando, apareceu o Judeu, e acima dele o mais inteligente. Todos protegiam Jesus.

Miguel se surpreendeu com o Judeu, e o indagou – você também está do lado dele, não me disse que são adversários?

O Judeu é um avatar que atua no Brasil a partir de um palácio oculto situado no astral do Brasil. Ele está encarnado no Brasil no corpo de uma mulher.

Deseja compartilhar este artigo? Grato. Whatsapp   Telegram      
Sri Ashram
Ashram de sarvayoga. Mestre de yoga, escritor e blogueiro. Estudou graduações em Física, Pedagogia e Gestão Ambiental. É um defensor dos animais sarvayogananda@gmail.com +5561974684532
3871
Brasilia, DF 700000